segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Tudo ou nada

Eu acho que desacreditei. Desaprendi. Não há esperança, é tudo cinza. Por mais que eu continue tentando, não sei se valerá à pena. Parte de mim se rendeu a não te amar mais, outra ainda pensa que talvez isso possa mudar. Tudo que passamos e pensamos juntos desmoronou. Despedaçou-se. Não sei mais o que eu sinto, se te amo ou se apenas finjo. Preciso de um tempo só pra mim, sem ter noticias sobre você. Preciso saber se é tudo ou nada.

7 comentários:

Camilla disse...

Oi Teo! Nossa, saudade dos seus textos também. Desculpa a demora para responder o comentário. A correria de fim de ano nos afasta um pouco desse mundo virtual.

Nossa, mas é muito bom revê-lo.
Vou linkar o blog.

Bjos!

Tudo ou nada ... disse...

Ola rapaz .. quanto tempo hein!! mas estou de volta
Abraços

Sunflower disse...

mas existem várias tonalidades de cinza. Tá mais pro preto ou branco?

Paulin disse...

massa

Bárbara M.P. disse...

Volte logo...

Bia Kohle disse...

Tempo é o que todos precisamos em meio a dificuldades!

Visite-me, se quiser... ;D

Felipe Attie disse...

Essas coisas acontecem. Depois, tudo vira risada.