terça-feira, 1 de setembro de 2009

Quente como o inferno



Você terá medo quando o demônio chegar e abrir seus olhos. Ele contará seus ossos, um a um, não se assuste, ele não é isso tudo que você acha ser. O que você tem é medo do que pode sentir, mas a morte já fez sua parte e seu coração é apenas um lobo velho e cansado. Ele não vai te assustar, te machucar ou algo parecido. Não se mova quando o sentir respirar bem próximo do seu rosto, você vai sentir o cheiro, você verá dois olhos de serpente, sinta-se a vontade para negociar, será a hora. Você acredita realmente em tudo que eles dizem ser verdade? Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, o que mais teremos que decorar? Liberte-se, me acompanhe até minha casa, você não tem outro lugar pra ir, nunca teve, você sempre será como eu, eternamente sozinho, sem fôlego algum para fugir ou tomar outro rumo. Não grite, não hesite, não corra. Esse é o nosso lugar e é aqui que devemos ficar.

4 comentários:

Tudo ou nada ... disse...

Forte e concreto, ou seja, a sua cara rs.
Muito bom
Abraços

Bebel Mendonca disse...

Muito bom! Adorei....além do mais é capixaba. rsrsrs

Ale Danyluk disse...

Teo,
Talento a gente não acha em qualquer esquina.
Mas aqui você exagera na dose.
rs
Beijo
Ale

Vinícius Rocha Zocolotti disse...

falou o homem, ensaiando no espelho...