sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Enfim

Eu sai, desci pelas escadas e esbarrei numa lixeira ao passar pela porta. Do lado de fora eu observei. Os carros passavam, o vento sacudia as árvores, crianças sorriam e passeavam de mãos dadas com seus pais. Olhei pra cima e vi um sol mais do que brilhante e amarelo, nuvens brancas e macias que no momento era cortadas por um avião. Respirei fundo, fechei os olhos. Abri.

É...a vida continua, o mundo ainda está rodando.

7 comentários:

Elisa disse...

acho que as árvores somos nós.

gatão, o mundo sempre roda, e incrível q é tudo mto simples, basta querer.

te adoro.
vc é o mais bobo do universo.

beijos

Tudo ou nada ... disse...

Com certeza a vida continua ao nosso redor, mesmo quando ñ percebemos isso.
Abraços

Duas disse...

a vida é um saco e deixa a gente tonta. roda, roda e não avisa.

gostei do textinho. tomara que seja pequeno porque assim é e não por preguiça de alguém :)

beijo, chuchu

C . R disse...

É que continuemos a encontrar crianças e ver dias esonlarados, se nao, nao vai dar p continuar ...
bons textos,
abraços;...

Camilla disse...

Mesmo que a nossa vida esteja parada, o mundo continua a rodar. É como diz o velho ditado. O mundo não para pra vc solucionar seus problemas. Ela gira, e muito.

Alma de Poesia disse...

Linda prosa-poética! Parabés pela leveza com que vestiu as palavras. Um abraço.

Bidu Ferreira disse...

é a lei do universo...se o mundo parar é porque chegou a hora premeditada do fim, se o ser humano parar, vira um inútil, e jamais poderá olhar de cabeça erguida pro lado e ver que dia maravilhoso e que lindas crianças ao redor...mas meu...não é pra vocÊ...imagina?imagina ouvir isso de alguém...ninguém tem esse direito...

ótimo texto...você ta me fazendo refletir muito a respeito de certas coisas...agradeço a você por me colocar nessa comunidade maneira